Masonry Gallery Categories
site mobile

15 abr O certo e o errado no site mobile

O aumento do uso do mobile para navegação e compras na web é uma realidade, mas tem muita gente criando contos de fadas em cima dessa revolução tecnológica. Assim, lojistas, muito cuidado para não sair adotando tendências como regras. Decisões precipitadas podem custar muito caro, por isso tenham dados concisos antes de começarem as mudanças.

Selecionamos algumas propostas que já foram testadas. Confirme se você está no caminho certo ou errado.

1. Redução de conteúdo: CERTO OU ERRADO?

ERRADO!

Assustou? Sim, não é o que se fala por aí, mas os dados são de uma pesquisa do Google. Ao analisar os hábitos dos usuários brasileiros e de outros países, a empresa verificou que o maior acesso é realizado em casa. No caso do Brasil, os locais de acessos ficaram na seguinte ordem: casa, trabalho, em uma loja, andando, no ônibus e em cyber café. Assim, ao contrário do que se pensava do uso com mais frequência nas ruas e com conexão 3G, o que se registrou é o maior uso em casa e no trabalho, locais com uma boa conexão wireless.

Sendo assim, o conteúdo ainda é bem relevante para o usuário, esteja ele acessando de um notebook, tablet ou smartphone. Considere e avalie a experiência do usuário com o conteúdo do seu site. Pense em um design diferente, em uma navegação inteligente, com aspecto organizado, mas sem estar reduzido radicalmente seu conteúdo.

 2. Informações de localização e contato em destaque: CERTO OU ERRADO?

CERTO!

O Google também avaliou as funcionalidades que o usuário do mobile mais consulta. Segundo a organização, os consumidores procuram informações locais em seus telefones o tempo todo, desde encontrar o posto de gasolina mais próximo até achar uma pizzaria aberta. Assim, ter essas informações em destaque é essencial para as pessoas encontrarem sua loja com mais facilidade. Inclua funcionalidades que ajudem as pessoas a encontrar e chegar até você. As dicas do Google são:

  • Exiba seu endereço ou um localizador de lojas na página de destino.
  • Inclua mapas e rotas. Use GPS para personalizar sempre que possível.
  • Permita que os usuários consultem o estoque de lojas próximas.

Caso, sua loja seja somente virtual, destaque os contatos que os usuários podem acessar para consultar as informações desejadas.

 3. Reduzir as etapas para a conclusão da compra: CERTO OU ERRADO?

CERTO!

Repense no formulário de cadastro para a conclusão de compra, destaca o Google. Ele deve ser mais resumido, com menor número de campos para o preenchimento. Afinal, concluir a compra deve ser algo facilitado. Lembre-se que no mobile não existe mouse nem teclado. A sensação de uma página grande é muito maior no mobile, por isso que também é importante reduzir os campos de cadastro.

Caso sua loja ofereça um atendimento para vendas por telefone, apresente essa funcionalidade – “click to call” (clique para ligar).

E muito importante: descarte os *captchas em versões mobile.

*Captchas são códigos de verificação de letras e números.

4. Interaja com seu cliente usando animações: CERTO OU ERRADO?

ERRADO!

Errado, porque é preciso ter muito cuidado com essa opção.

Nem todos os dispositivos mobile possuem compatibilidade com o flash.

Assim, evite animações, banners ou menus feitos nessa linguagem. Uma alternativa é o uso do HTML5.

Pense também que essa interação deve gerar resultados positivos, por isso cuidado com os exageros em imagens, textos e vídeos que poderão dificultar o carregamento do site.

O mais importante é conhecer o seus consumidores para avaliar o que tem sido mais importante na navegação deles em mobile. O Google Analytics é uma ferramenta que poderá dar várias respostas, mas também é possível conversar com os usuários do site utilizando o e-mail marketing, o chat, uma enquete e até mesmo um pequeno formulário.

Posts relacionados: